3 formas de combinar Outbound e Inbound Marketing com resultados comprovados

Para uma empresa de Tecnologia, o Inbound Marketing é uma opção que faz sentido, procurando atrair e «evangelizar» clientes e prospects, sobretudo através dos canais digitais. No entanto, essa não pode ser a única e exclusiva aposta, nomeadamente no que se refere a empresas de TI que vendem para grandes clientes, como médias e grandes empresas, a Banca ou a Administração Pública. Alguém imagina um destes clientes a pesquisar serviços de TI na Web?

Para determinados segmentos de mercado, como as Tecnologias de Informação, o Inbound Marketing não funciona isoladamente. É importante combinar ações de Inbound e Outbound Marketing, para retirar o melhor do que ambas as abordagens têm para oferecer.

O desafio está em selecionar as melhores estratégias de cada uma das abordagens e em combiná-las de forma eficaz, formando um plano de «ataque» único e integrado. Vejamos alguns exemplos.

Conteúdo de qualidade é essencial ao Outbound e ao Inbound Marketing

O conteúdo é «rei» em qualquer esforço de Inbound Marketing, isso é um dado adquirido. Não é possível levar a cabo ações eficazes de Inbound Marketing sem conteúdo de qualidade, único e original, seja em blogs, landing pages ou outros suportes. Talvez seja, por isso, interessante, ter em atenção alguns dados curiosos:

  • As empresas que apostaram num blog onde publicam regularmente conteúdo original têm 13 vezes mais ROI, segundo dados da Hubspot.
  • Vários estudos indicam que um blog aumenta o número de visitantes de um website em 55%.
  • Quanto maior for a frequência com que publica no blog (até determinado limite), mais tráfego e leads terá.

No entanto, mesmo que mantenha um blog dinâmico, landing pages e conteúdo de excelência permanentemente atualizado, isso não significa que atinja os seus objetivos de marketing de forma taxativa. Por vezes – e no caso do mercado das tecnologias B2B isso é muito frequente -, é necessário algo mais do que excelentes resultados no ranking de pesquisas dos motores de busca.

Combinações de sucesso de Inbound e Outbound Marketing

Posts patrocinados

É aqui que entram as ações de Outbound Marketing, como os posts patrocinados em redes sociais, como o Facebook e o LinkedIn, ou a promoção de Tweets, entre diversas outras. Esta é uma das formas mais eficazes de alcançar uma audiência mais vasta e qualificada.

Existem algumas formas de promoção social paga «out-of-the-box» e extremamente eficazes:

  • Promover um eBook junto de grupos específicos no LinkedIn.
  • Promover um post do Facebook sobre um novo colaborador junto de utilizadores de determinada região demográfica.
  • Promover um webinar no Facebook .

Estas são algumas formas interessantes de aumentar a audiência da sua empresa de TI e de atrair novos visitantes ao seu website, convertendo-os posteriormente em leads.

Nutrição de leads

Quando alguém faz o download do seu eBook ou se inscreve num webinar, tem de saber o que vem a seguir. As melhores práticas do Inbound Marketing aconselham a que envolva a sua lead numa sequência de nutrição de leads. Esta é a altura certa para combinar uma ação de Outbound Marketing. Se pretende que a sua lead passe mais rapidamente do topo para o fundo do funil de vendas, uma excelente forma de o cativar é enviar-lhe um mailing dimensional.

Uma encomenda com um tapete de rato com o logotipo da sua empresa ou outro brinde promocional com uma mensagem inteligente pode fazer toda a diferença nesta fase. Crie uma lista das leads que converteram em mais do que uma oferta e envie ofertas e brindes promocionais. Deixe algumas já embaladas para que sigam mais rapidamente, provocando o efeito surpresa.

E-mail Marketing

Alguns especialistas defendem que o email Marketing pode ser considerado inbound ou outbound. É inbound quando é enviado para listas de subscritores e é outbound quando é remetido para listas de contatos adquiridas externamente. Embora seja totalmente desaconselhado no mundo do Inbound Marketing, este tipo de email Marketing pode ser apropriado em algumas ocasiões.

Embora seja sempre preferível enviar mailings para pessoas que aceitaram receber as suas comunicações, há ocasiões em que é aceitável comprar listas de contatos.

  1. Se é uma start-up e ainda não tem base de dados.
  2. Se está a dirigir-se a um target muito específico.
  3. Se está a tentar penetrar numa indústria nova.
  4. Se está a dirigir-se a uma geografia determinada .

Qualquer uma destas situações justifica a compra de uma lista de contatos. No entanto, isso não é suficiente. Se não tiver conteúdo de qualidade e dirigido especificamente à sua audiência, a sua lista não vai servir de muito. Outro fator a ter em conta se optar pela aquisição de uma destas listas é que, quanto menor e mais qualificada for, melhor. Isto porque as listas grandes, colocam o seu endereço de e-mail na posição de ser considerado spam e ir parar à «lista negra» dos domínios.

 

Estes são três exemplos de boas combinações de instrumentos de Outbound e Inbound Marketing, com resultados eficazes.

Para saber mais sobre Outbound e Inbound Marketing, agende uma reunião connosco.


[social_share style=”bar” align=”horizontal” heading_align=”inline” facebook=”1″ twitter=”1″ google_plus=”1″ linkedin=”1″ pinterest=”0″ /]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment