megafone com alvo, telemóvel, gráficos

4 dicas para aumentar as conversões do seu Inbound Marketing

Ser uma referência nos canais digitais, retirando o melhor que os meios online podem proporcionar, é um dos principais objetivos de muitas empresas, de variadíssimos mercados, onde as Tecnologias de Informação não são exceção. O ROI é rei nos departamentos de Marketing e essa premissa influencia todas as ações dentro do Inbound Marketing.

Num ambiente tão concorrencial, onde milhares de empresas «correm» para estar nos primeiros lugares das listas de resultados dos motores de busca em palavras híper-concorridas, é essencial encontrar alternativas. Uma das mais eficazes são as chamadas palavras-chave «long tail».

Para quem não está muito por dentro do Marketing Digital, palavras-chave são palavras ou expressões pelas quais os seus potenciais clientes (prospects) pesquisam por empresas como a sua. Se tiver uma empresa de soluções de CRM, as suas palavras-chave de eleição serão, porventura, «CRM», «Customer Relationship Management» e outras similares. O problema é que, para otimizar estas palavras-chave e colocar o website da sua empresa no topo dos resultados dos motores de busca, a luta é feroz.

Como usar as palavras-chave «long tail» em ações de Inbound Marketing?

Se optar por uma estratégia de palavras-chave «long tail», pode personalizar as buscas e, ainda que tenha menos visitas, a sua taxa de conversões aumenta consideravelmente. As «long tail» são expressões constituídas por mais de três palavras e significativamente pesquisáveis pelo seu target. Considerando o exemplo atrás, uma «long tail» adequada poderia ser, por exemplo, «soluções de CRM para PME».

Embora estas palavras-chave envolvam um menor número de visitas, decorrentes das ações de Inbound Marketing vão aumentar sobremaneira a sua autoridade nos motores de busca, uma vez que as pessoas que visitam o seu website estarão, por certo, mais interessadas no seu conteúdo do que se recorresse a palavras-chave «head-tail». Isso vai diminuir também o «bounce rate» ou taxa de saída do seu website, a percentagem de visitantes que abandonam a sua página web após os primeiros segundos.

É importante referir que essa taxa de saída é uma das variáveis de SEO mais importantes. Por outro lado, as palavras-chave «head-tail» são muito mais difíceis de utilizar, dada a concorrência à sua volta. Se estivermos a falar de ações de Inbound Marketing como campanhas pagas, nomeadamente anúncios de Google AdWords, o caso é ainda pior, já que a concorrência aumenta substancialmente o valor a pagar por cada clique.

As palavras-chave «long-tail» geram leads mais qualificadas, o que aumenta consideravelmente o ROI. Ao gerar leads mais qualificadas, geram igualmente visitantes que estão realmente interessados nos seus produtos ou serviços, o que diminui a taxa de saída do seu website e faz a sua página web subir nos rankings dos resultados de pesquisa nos motores de busca.

Dicas para usar palavras-chave «long-tail»

1. Pesquisar com eficácia ajuda a «acertar no alvo»

Um dos segredos para usar palavras-chave «long tail» com eficácia é uma boa escolha. Pesquisar bem é meio caminho andado para o sucesso das ações de Inbound Marketing e as palavras-chave não são exceção. Há várias ferramentas na Web que permitem uma boa pesquisa de palavras-chave, algumas delas gratuitas. A mais conhecida de todas será, porventura, o Google Keyword Planner, mas basta fazer uma pesquisa para encontrar diversas outras.

2. Recorra a sinónimos e palavras com o mesmo sentido

Muitas vezes, as palavras-chave que julga serem as melhores para a sua empresa não são aquelas pelas quais os seus potenciais clientes realmente pesquisam. Ou seja, não são as melhores para a sua empresa. Os sinónimos ajudam a dar sentido ao texto, evitando repetições excessivas das palavras-chave. Pode trocar a ordem das palavras na sua «long tail» se isso não retirar sentido à expressão.

3. Nem muito «long» nem muito «short»

É necessário arranjar um equilíbrio no tamanho das suas palavras-chave «long tail». Há quem coloque frases inteiras e quem julgue que duas palavras seguidas já compõem uma «long tail». O ideal é conseguir encontrar um equilíbrio. Alguns especialistas recomendam a utilização de, pelo menos, 4 palavras.

4. Coloque-se na pele do seu cliente

Uma boa dica é pensar naquilo que vende – seja um produto ou serviço – e colocar-se na pele dos seus clientes. Quais as palavras e expressões pelas quais pesquisaria esse produto ou serviço num motor de busca?

Se conseguir usar corretamente as palavras-chave «long tail» em ações de Inbound Marketing, vai conseguir gerar leads mais qualificadas e obter um melhor ROI. Estas palavras-chave, além de contribuírem para melhorar o posicionamento do seu website nos resultados das pesquisas nos motores de busca, permitem conhecer melhor o seu target e adequar a sua estratégia de Marketing Digital.

Para saber mais sobre palavras-chave «long tail», consulte uma agência de Comunicação e de Marketing Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Publicar Comentário