5 formatos de conteúdo que pode enviar para os media

Os meios de comunicação social são um extraordinário veículo para a transmissão de mensagens empresariais. Não só porque são independentes, logo insuspeitos quanto a influências empresariais, mas também porque o público lhes confere uma credibilidade que outros meios de difusão de massas não têm.
Mas, como podem as empresas utilizar os media para melhorar a sua imagem e atrair potenciais clientes? E quais os melhores formatos a enviar?

Como atrair a atenção dos media para as empresas?

Uma das maiores fontes de informação dos meios de comunicação social – jornais, rádios, TVs – são as próprias empresas. Isto significa que, se enviar informação relevante para os meios de comunicação social, existe uma probabilidade significativa de ser publicada.

O segredo passa por saber exatamente qual o tipo de informação a enviar, quando enviar e qual o formato mais indicado. Depois, é necessário estabelecer uma relação com os jornalistas mais influentes para conseguir fazer alguma pressão, no sentido de conseguir a publicação – de entre centenas ou milhares de empresas – da informação enviada.

Mas, concentremo-nos, por ora, no tipo de conteúdo a enviar para os media. O que atrai mais a atenção dos jornalistas? E como deve a informação ser enviada? Quais os formatos mais apelativos?

 

Formatos de conteúdo que pode enviar para os media

A forma e o conteúdo da mensagem que pretende passar estão intimamente interligados e não podem ser dissociadas uma da outra. Se há informação que tem mais probabilidades de ser publicada por um jornalista, também há formatos mais passíveis de ser encaixados nos órgãos de comunicação social.

No entanto, cada caso é um caso e é necessário avaliar, com precisão, o que se pretende comunicar e em que meio se pretende transmitir a mensagem. Com base nesta informação, é depois necessário fazer uma análise, com base em experiências passadas e no conhecimento adquirido pelo contato com os jornalistas de cada publicação, para saber exatamente o que transmitir e de que forma.

Apesar disso, será relativamente pacífico enumerar alguns formatos fechados que têm, por norma, maiores probabilidades de chamar a atenção dos jornalistas e de serem publicados nos media. Aqui ficam os mais relevantes:

1. Press-releases – são o formato de comunicação, por excelência, com qualquer meio de comunicação social. Trata-se de um comunicado elaborado por empresas, organizações ou agências de comunicação para transmitir uma determinada informação ou um conjunto de informações relevantes. Um press-release deve conter:

 – Título
– Entrada
– Data
– Lead
– Corpo do texto
– Citações
– Intertítulos
– Dados para contacto
– Links
– Informação destacada (preferencialmente a negrito)

Saiba como criar um Press Release neste artigo e faça download do template.

 

2. Artigos de opinião – são outro formato bastante interessante de comunicar com o público-alvo de uma empresa através dos meios de comunicação social. Os artigos de opinião garantem credibilidade, relevância e notoriedade ao seu autor, que, por norma, assina em nome individual. No entanto, passa a ser uma personalidade associada a uma determinada empresa ou organização e funciona como ícone ou referencial. Os artigos de opinião podem versar sobre:

– Temas da atualidade
– Temas específicos da área de atividade da empresa
– Temas setoriais
– Tendências
– Mudanças conjunturais ou legislativas

 

4. Casos de sucesso – mais indicados para publicações especializadas, os casos de estudo, ou de sucesso, são, no entanto, uma forma bastante eficaz de comunicar o que a empresa faz. Nos casos de sucesso, o cliente testemunha a eficácia com que a empresa desempenhou o seu trabalho e conseguiu resolver os seus problemas, fazendo face às suas necessidades prementes. Há alguma informação chave que um caso de sucesso deve conter:

 – Desafio
– Solução implementada
– Resultados
– Benefícios
– Key-numbers
– Informação sobre as empresas intervenientes

Saiba quais as boas praticas para criar um Case Study e faça download do template.

 

5. Estudos – tudo o que envolva dados, estatísticas e tendências é sempre muito apetecível para os meios de comunicação social. Elaborar – e depois divulgar – estudos sobre a área de atividade ou o mercado onde cada empresa atua pode ser uma mais-valia para passar uma mensagem de credibilidade e de referência. Há alguns temas que são, por norma, facilmente divulgados nos media:

 – Estudos de mercado
– Estatísticas sobre tendências
– Evolução cronológica de determinado tema
– Previsões futuras
– Estado da arte em determinado setor

 

6. Entrevistas – conseguir uma entrevista num meio de comunicação social não é tarefa fácil e muitas vezes decorre de algum formato de informação enviado previamente: press-release, caso de estudo, etc. No entanto, é um formato extremamente apelativo e eficaz, dado que permite transmitir, na primeira pessoa, as mensagens que a empresa quer fazer chegar ao mercado e ao seu target. Existem, no entanto, alguns temas ideais para atrair os jornalistas para uma entrevista:

 – Fusões ou aquisições
– Novas contratações
– Nomeações de cargos de topo
– Abertura de escritórios
– Internacionalização
– Resultados financeiros

 

O contato com os media não é uma tarefa fácil. São milhares as empresas e organizações que, diariamente, se esforçam no sentido de atrair a atenção dos jornalistas. É necessária experiência no trato com os jornalistas e algum «jogo de cintura» para conseguir fazer passar a mensagem sem cair no erro de ser demasiado insistente.

É um jogo de paciência, em que o equilíbrio deve ser a nota dominante, para que a comunicação não produza o efeito contrário. Existem profissionais no mercado, tipicamente antigos jornalistas, que, com a sua experiência e carteira de conhecimentos, estão especialmente adaptados para este tipo de trabalho.

Fale connosco para saber mais sobre os nossos serviços de assessoria de imprensa!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment