relações com os media

6 erros a evitar nas relações das empresas de Tecnologia com os media

Qualquer empresa de Tecnologia tem a ambição de ver os sucessos publicados nos meios de comunicação social. As relações com os media são um meio essencial para a publicação de casos de sucesso e notícias acerca dos passos em frente que vai dando no seu percurso empresarial. Neste sentido, o mais importante nas relações com os jornalistas é a estratégia a seguir.

Mas é na implementação dessa estratégia que podem acontecer erros e ações prejudiciais à empresa. Dada a especificidade do mercado, esses erros são muito comuns no setor das Tecnologias de Informação. Listamos aqui alguns dos erros a evitar numa estratégia de assessoria de imprensa de sucesso.

Falta de coordenação entre a Assessoria de Imprensa, Vendas e Marketing prejudica relações com os media

A divulgação de um serviço ou produto não deve ser feita antes do seu lançamento. Por outro lado, não pode ser enviado para os media um comunicado com informação desatualizada. Isso iria descredibilizar por completo as relações com os jornalistas. Estes erros só podem ser evitados se houver uma estreita colaboração entre o planeamento das ações junto dos media, o planeamento de marketing e as vendas. Todas as alterações relativas a lançamentos, novos produtos, eventos ou preços têm forçosamente que ser comunicadas à equipa ou à agência responsável pelas relações com os media.

Perigos de um porta-voz ou media relations mal preparado

O responsável pelas relações com os meios de comunicação social tem de estar extremamente bem preparado. Um media relations impreparado, aborrecido ou hesitante pode destruir uma entrevista antes mesmo de ela começar. Antes de qualquer contato com os meios de comunicação social por parte da equipa ou agência de assessoria de imprensa, a pessoa responsável terá de ser totalmente preparada com a informação necessária sobre a empresa, o produto ou serviço que irá trabalhar.

Consequências da falta de timing nas relações com os jornalistas

relações com os mediaResponder a tempo às solicitações dos jornalistas é indispensável e quem trabalhar em assessoria de imprensa tem de assumir isso como uma verdade insofismável. Não é aceitável que, apesar de estarmos em época de férias de verão ou no Natal, um jornalista demore mais de um dia a receber uma resposta ou uma chamada de retorno. As relações com os jornalistas são como as flores, têm de ser «regadas» continuamente, para se manterem «viçosas».

Ignorar um «exclusivo» é erro de palmatória

Para quem não sabe, um «exclusivo» consiste em dar a um jornalista ou meio de comunicação social acesso exclusivo a uma notícia ou uma entrevista. Normalmente, os «exclusivos» referem-se a entrevistas com personalidades de destaque ou a notícias «bombásticas», mas o conceito também é aplicável à área empresarial ou ao mercado das Tecnologias de Informação, por exemplo. Qualquer departamento ou agência de assessoria de imprensa especializada no mercado das TI deve dar atenção a esta variável.

E-mails mal construídos são proibidos

E-mails de spam e mal concebidos são algo que irrita os jornalistas cada vez mais. São de evitar alguns erros ditos «clássicos» na construção de e-mails com press-releases para jornalistas. Nomes incorretos, e-mails múltiplos e repetitivos, envios não personalizados são meio caminho andado para a sua comunicação aos media acabar numa caixa de reciclagem.

Não saber dizer «não»

É difícil para a maioria das agências de assessoria de imprensa evitar este erro, uma vez que estão «formatadas» para conseguir entrevistas, notícias em meios de comunicação social e «buzz» à volta dos seus clientes nos media. No entanto, uma solicitação de entrevista ou um pedido de reportagem que não esteja enquadrado na estratégia da empresa, que venha num timing desapropriado ou com o enfoque errado, pode e deve ser recusado.

Para saber mais sobre serviços de Assessoria de Imprensa para Tecnologia, agende uma reunião com a OUTMarketing.


[social_share style=”bar” align=”horizontal” heading_align=”inline” facebook=”1″ twitter=”1″ google_plus=”1″ linkedin=”1″ pinterest=”0″ /]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Publicar Comentário