Dicas para escrever artigos de opinião

7 dicas para escrever Artigos de Opinião

Escrever artigos de opinião demonstra conhecimento, competências e experiência, melhorando o posicionamento da sua empresa enquanto autoridade no setor das Tecnologias de Informação.

Lembra-se de quando bastava vender porta a porta o seu produto ou serviço? Essa era já lá vai!
Cada vez mais, para conquistar um novo cliente é preciso educá-lo, ganhar a sua confiança e demonstrar a autoridade da sua empresa no setor das TI (Tecnologias de Informação). Um artigo de opinião demonstra conhecimento e aumenta a sua credibilidade, uma vez que, ao ser referenciado em jornais ou revistas de referência, a imagem da sua empresa irá ter maior valor junto da opinião pública – entenda-se leitores, que poderão ser potenciais clientes interessados no produto ou serviço que a sua Tecnológica possa fornecer.

Assim, os artigos de opinião uma ajuda preciosa, não só para aumentar a sua notoriedade, como também funcionam como ótimo complemento a outras formas de interação com jornalistas: press release, entrevista ou participação em cadernos especiais. Além disso, todos os meios de comunicação social têm um espaço dedicado a este tipo de escrita, altamente especializada em Tecnologias de Informação (por exemplo) e estão ávidos por conteúdo de qualidade e de alto valor para os seus leitores.

De facto o artigo de opinião tem uma credibilidade acrescida, pois se baseia na partilha de boas práticas, pontos de vista e análises sobre determinada temática, sem qualquer cariz comercial – mas ao estar assinado por um profissional de uma empresa subentende-se que naquela empresa tecnológica é assim que se trabalha, que existe expertise valioso sobre a matéria e a mensagem que fica é altamente positiva.

No entanto, se a sua empresa de Tecnologias quer escrever artigos de opinião deve respeitar algumas regras/diretrizes para escrever artigos de opinião de forma eficaz:
  1. Escolha um tema e um títulos atrativos. Existe sempre tempo e espaço para um tema atraente e a primeira impressão está no título. Use a criatividade e chame a atenção, em primeiro lugar do jornalista (para publicar o artigo) e em segundo lugar do leitor (é para este que o artigo é escrito e tem mesmo de se sentir tentado a lê-lo). Tenha em atenção que o artigo deve estar relacionado com temas atuais e tendências, que despertem o interesse do target.
  2. Defina o seu argumento. Como o nome indica, o texto deve conter uma opinião estruturada. Se não está entusiasmado com o tema ou não o domina, deve escolher outro.
  3. Sustente a sua opinião. Artigos de opinião fortes são construídos com base em factos válidos, reais, key-numbers, ou seja, dados que sustentam o seu argumento e não apenas o seu ponto de vista. Fundamente a sua opinião. Pode eventualmente utilizar citações de experts no tema e relatórios/estudos independentes para basear os seus argumentos.
  4. Não referencie a sua empresa. Artigos de opinião não devem referenciar a empresa do autor para não tornar o texto comercial. Ao assinar o artigo como colaborador da empresa X, e escrever sobre determinado tema, é porque é aquilo que a empresa defende e pratica. Está assim a divulgar as boas práticas da sua empresa de forma indireta, subtil e credível.
  5. Seja curto e conciso. Cada meio de comunicação social é diferente, mas a maioria solicita um artigo de opinião até 3.500 caracteres (incluindo espaços). Utilize frases e parágrafos curtos. Exponha a sua opinião de forma prática, percetível e sucinta.
  6. Adeque a sua linguagem ao leitor. Evite a utilização de voz passiva e jargão técnico. O leitor quer ficar informado sobre determinado tema e não inundado num mar de dúvidas.
  7. Conclua confirmando a ideia principal. Retome a ideia inicial e termine o artigo comprovando essa mesma ideia.

Se estas dicas o deixaram inspirado e quer aumentar a visibilidade da sua empresa de Tecnologias de Informação junto dos media, podemos aprofundar este tema no Kit de Assessoria de Imprensa

Em conclusão, escrever artigos de opinião que tornem os leitores mais ricos em conhecimento (nunca comerciais e promocionais) demonstra o expertise do autor (e por consequência da empresa onde trabalha e pela qual assina o artigo) naquilo que são as suas valências, repercutindo uma imagem de valor e credibilidade para o target, a conquista da sua confiança e crescente interesse pela empresa. Por exemplo, se trabalha numa empresa de Tecnologias de Informação focada em Business Intelligence, não falará sobre a sua oferta e sobre a empresa em si, mas sim de melhores práticas, factos interessantes e resposta às principais questões, dúvidas e preocupações do target nesta área. Ao revelar o seu expertise está a demonstrar a capacidade de implementar aquilo que expõe e defende.

Esse post foi publicado originalmente em 05 de Setembro de 2014 e revisto e atualizado em 15 de Novembro de 2019

8 comentários

  1. Foi tudo dito sobre o artigo de opinião. Muito esclarecedor para quem os escreve.

  2. Iniciamos o nosso caminho no Inbound Marketing (agora)…obrigado…pela postura consultiva muito próxima e adequada ao nosso negócio, mostrando muito profissionalismo e disponibilidade nos vários temas abordados.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment