Técnicas de SEO para aparecer no topo das pesquisas

7 técnicas de SEO para aparecer no topo das pesquisas

SEO (sigla em inglês para Search Engine Optimization; em tradução literal, otimização para motores de pesquisa) é conhecido como um conjunto de práticas (técnicas de SEO) que visam otimizar e melhorar o posicionamento das páginas web nos diferentes motores de pesquisa. Partilhamos algumas.

Imagine que quer comprar um computador. A par de pedir recomendações, o normal é efetuar uma pesquisa online com as palavras-chave correspondentes à intenção de compra, certo? Surgirão então milhares de opções. Já se perguntou o que está por trás do ranking? Como é que há empresas que conseguem chegar ao topo? A resposta é simples: ao apostarem na criação de conteúdo valioso na sua área de atuação e em boas práticas de SEO, o motor de pesquisa reconhece-as como o melhor resultado para aquela procura específica.

7 técnicas de SEO que ajudam a ultrapassar com sucesso a primeira e crítica fase do inbound marketing – atrair o target:
  1. Use palavras-chave adequadas – Coloque ao longo do texto as palavras-chave que fazem ligação direta à temática do website em geral e da página em particular – facilite o trabalho ao motor de pesquisa! Faça um estudo e defina por que palavras o seu website deve ser encontrado e aplique-as. Utilize também subtítulos (h1, h2, h3…), negrito e itálico para destacar palavras e frases.
  2. Cuide o conteúdo – Mais uma vez repetimos “O CONTEÚDO É REI”! Produza textos objetivos, diretos, úteis e relevantes para o target. Esta prática, designada como marketing de conteúdo, é a única forma de não frustrar expectativas (o target encontra a empresa na web, mas entra e sai logo), garantir “re-visitas” e a evolução natural no funil comercial (visitante-prospect-cliente-fã), bem como potenciar partilhas e inclusão em websites externos credíveis.
  3. Aposte em títulos atrativos – É o que chama desde logo a atenção e fará a diferença entre ler ou não ler. “5 dicas para usar as ferramentas de SEO” ou “5 passos infalíveis de SEO para chegar ao topo das pesquisas” são certamente títulos mais chamativos do que “SEO é fundamental para conquistar posição de destaque nas pesquisas”. Não utilize titulos demasiado longos senão vão aparecer cortados (no final do espaço limite do motor de pesquisa aparecem “…”) e a mensagem principal pode não passar. Seja explícito, direto e verdadeiro sobre o que o utilizador vai encontrar ao clicar no URL e inclua sempre as palavras-chave nesta zona.
  4. Dê especial atenção à meta descrição – A meta descrição é o que vai aparecer nos motores de pesquisa por baixo do título e é o elemento mais importante a seguir ao título para o taget se convencer a clicar, que aquilo é o que procura. Por defeito, é o primeiro parágrafo do texto (ou melhor, os primeiros 156 caracteres – ponha à prova a sua capacidade de síntese e de retirar o “sumo mais doce” de todo o conteúdo) e é importantíssimo abarcar as palavras-chave.
  5. Não prescinda de URLs amigáveis – O URL da página deve espelhar o seu conteúdo, ter as palavras-chave, não ser demasiado longo e não apresentar hieroglifos impossíveis de decifrar pelos motores de pesquisa (www.nomedaempresa.pt/oferta/marketing-digital e não www.nomedaempresa.pt/art.php?a=12345).
  6. Use e abuse de ligações internas e externas – Enriqueça a página e o conteúdo partilhado com links para mais informação nas respetivas palavras. No caso dos links internos, permitem interligar o website, aumentar o pagerank das páginas, e gerar interesse por outras áreas.
  7. Combine imagens e textos – O conteúdo é muito mais apreciado e fácil de ler se incluir imagens. Fotos, ilustrações, infográficos e outras, chamam a atenção do leitor e despertam a curiosidade. Combine o conteúdo e design de forma harmoniosa e elegante. Não se esqueça de designar todas as imagens adequadamente, ou seja, de acordo com o conteúdo e não um nome genérico (dicas-seo.jpeg e não imagem_1.jpeg).
Vejamos esta página como exemplo de aplicação de técnicas de SEO:

Tem um título curto, informativo e apelativo para o target; distribui o conteúdo em subtítulos para facilitar a leitura e destacar mensagens; inclui links internos e externos para complementar a mensagem; a meta descrição tem a dimensão adequada e resume o conteúdo; apresenta um URL amigável e não demasiado longo (http://outmarketing.pt/blog/tecnicas-de-seo-aparecer-topo-pesquisas), a ilustração está de acordo com o tema e devidamente nomeada (7-tecnicas-de-seo-para-aparecer-no-topo-das-pesquisas); a palavra-chave (técnicas de SEO) aparece no URL da página, no título, no primeiro parágrafo/meta descrição, ao longo do artigo e no nome da imagem. Simples, não é?

Vale a pena investir tempo e recursos em técnicas de SEO?

Sim, vale! Otimizar páginas e websites é um investimento a médio/longo prazo, cujos benefícios são indubitáveis. A empresa ganhará maior visibilidade, credibilidade, autoridade e vantagens sobre a concorrência. Medir/avaliar/ajustar é fundamental para conseguir os resultados esperados.

E atenção! Existem limites para utilizar ferramentas e técnicas de SEO. Os motores de pesquisa, como o Google, percebem quando as técnicas de SEO são forçadas e utilizadas indiscriminadamente (palavras-chave usadas à exaustão, títulos “chocantes” sem ligação com o conteúdo, html “martelado”, etc.) e punem os websites que o fazem. O ideal é aplicar as técnicas com bom senso, de forma comedida e racional. Nunca se esqueça que o seu target são pessoas e não máquinas.

Já utiliza técnicas de SEO? Conte-nos a sua experiência!

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Publicar Comentário