Como potenciar e tornar mobile-friendly as suas ações de e-mail

Os números não enganam: os e-mails abertos em dispositivos móveis cresceram mais de 400% desde 2011 e atingiram os 47% em Março de 2014 (ver gráfico em baixo), a taxa média de abertura de campanhas é de apenas 22% e a de cliques é tão somente de 3% (para empresas de Serviços Profissionais, mas todos os outros setores são similares).

Como responder a estes dados e criar ações de e-mail marketing para mobile realmente eficazes? Partilhamos alguns conselhos.

  1. Respeite as rotinas e o tempo dos destinatários: as horas de refeição, os períodos de descanso, os hábitos de tempos livres. O telemóvel é um objeto pessoal e existem alturas em que o target esta muito menos propício e pré-disposto a tomar atenção à sua mensagem.
  2. Otimize o layout para mobile: escolha um template atrativo e ajustável automaticamente a qualquer dispositivo – layout responsive, escalável e fluido, com texto, imagens, links e call-to-actions bem visíveis e organizados seja qual for a dimensão do ecrã. Abrir um e-mail num dispositivo mobile tem de proporcionar uma experiência de utilização tão boa como no desktop e tão propícia a dar o próximo passo. Clicar num botão? Tocar num link? Pressionar num número de telefone? Não esquecer que os dedos não têm a mesma precisão de um rato! Existem excelentes plataformas com versões gratuitas e já otimizadas para os diferentes clientes de e-mail (Gmail, Outlook, Apple Mail…) e formatos de ecrã (desktop, tablet, smartphone), como o mailchimp, o campaign monitor, o antwort e o zurb, entre muitas outras com baixos fees mensais como o português e-goi.
  3. Dê uma nova dinâmica ao marketing com tecnologias mobile: aproveite as diversas ferramentas disponíveis no mercado para criar uma campanha diferenciadora e interativa.
  4. Tenha especial atenção ao subject e ao preheader: o assunto do e-mail é crítico o suficiente para levar o destinatário a clicar ou a apagar o e-mail. O preheader é o texto que surge por cima da imagem do header e é um dos locais mais premium, pois é visível mesmo sem abrir o e-mail. Inspire-se e dedique um pouco mais de tempo para conseguir surpreender logo no primeiro impacto.
  5. Tenha cuidado com o local de unsubscribe: Ao inseri-lo perto de um call-to-action, um movimento errado ou rápido pode levar o destinatário a cancelar a subscrição dos seus e-mails por engano.

A prática aguça o engenho, portanto teste, teste, teste, avalie os relatórios, ajuste e POR FAVOR certifique-se que a sua mensagem é valiosa para o target. Nunca se esqueça que o conteúdo é rei em qualquer suporte de comunicação e que o e-mail marketing continua a ser uma forma eficaz deconverter leads em clientes e clientes em fãs desde que os destinatários pertençam mesmo a estas duas categorias e estejam devidamente qualificados e acompanhados. Não perca tempo, dinheiro e recursos a “falar” para quem não o quer “ouvir”, e aproveite o melhor do inbound marketing.


Gostou deste Artigo? Partilhe!

[social_share style=”bar” align=”horizontal” heading_align=”inline” facebook=”1″ twitter=”1″ google_plus=”1″ linkedin=”1″ pinterest=”1″ /]

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment