Como criar uma estratégia de Marketing de Conteúdo para a sua empresa de TI

O Marketing de Conteúdo é considerado umas das principais estratégias do Inbound Marketing. Sim. Uma Estratégia. Por isso, implementar uma Estratégia de Marketing de Conteúdo vai muito além de escrever um post no blog, ter 4 publicações por dia nas Redes Sociais e escrever o copy do seu website. Vivemos numa época em que o número de canais disponíveis para alcançar o potencial cliente aumentou, tendo aumentado à mesma proporção o poder dado ao potencial cliente – quando este chega ao momento final da compra, sabe o que quer, quando quer e como quer, tendo percorrido sozino grande parte da Jornada de Compra. Assim, para que esta implementação  seja feita de forma efetiva, há que pensar quem quer alcançar com esse conteúdo, como o vai alcançar, qual o conteúdo a definir e não esqueça…medir os resultados no final.

O setor das Tecnologias de Informação (TI), principalmente o mercado B2B, é dos mais desafiantes do ecossistema empresarial, não só fruto da inovação constante, mas também pela velocidade inerente. Entre os principais destacam-se a intangibilidade dos produtos/serviços, os termos técnicos da área para um público-alvo, muitas vezes não técnico e a própria complexidade inerente à venda.

A importância de uma estratégia de Marketing de Conteúdo

Para que a produção de conteúdos seja eficaz, é muito importante desenvolver uma estratégia. Um bom planeamento traz diversos benefícios, tais como:

  • Capacidade de construir um relacionamento com potenciais clientes e o fortalecer com os já existentes;
  • Potenciar o aumento das vendas;
  • Reforçar a notoriedade da empresa, posicionando-a como expert na área de atuação;
  • Aproximar os produtos/serviços tecnológicos do público-alvo que não possui perfil técnico.

Uma estratégia de Marketing de Conteúdo, direciona as buyer personas pelo funil de marketing, levando-as a identificar problemas e a resolver os mesmos com as soluções criadas pela empresa de TI. Na prática, ela reconhece o seu constrangimento e limitação (por ex. necessidade de ter um serviço de backup ou um plano de disaster recovery) através de conteúdo criado de acordo com a jornada de compra e ao longo do funil de marketing (Ex. artigos de blogs, eBooks, Casos de Sucesso, etc.), até se tornar numa oportunidade de negócio para a área comercial.

As etapas para o sucesso de uma estratégia de Marketing de Conteúdo

Para se chegar a uma estratégia de sucesso existem pontos chaves que não podem ser ignorados pelas empresas do setor das Tecnologias de Informação.

1. Planeamento

Antes de escrever uma letra que seja no seu blog, lembre-se que é importante planear  a sua estratégia , passo-a-passo. Nesta fase há que traçar objetivos (SMART), definir buyer personas, escolher os meios/canais a serem utilizados, desenhar o cronograma de ações, selecionar os temas e quem são os responsáveis por cada parte do processo (criação, revisão, coordenação, publicação e promoção). Mas comecemos pelo início, comece por mostrar ao seu potencial cliente que sabe quem ele é, quais as suas dores de negócio ou em que canais ele está presente. Acima de tudo, não se esqueça, o tipo de conteúdo deve ser direccionado  para ir de encontro ás necessidades de cada uma dessas personas em cada momento da Jornada de Compra.

2. Criação

Para iniciar a fase de criação de conteúdo, precisa começar com uma pesquisa  das principais keywords, que sejam relacionadas com o tema a abordar. Aqui, são produzidas as imagens e textos considerados relevantes para o público-alvo, que esteja de acordo com as keywords já anteriormente definidas  e que sigam de encontro à fase da jornada de compra e ao longo do Funil de Marketing. Por exemplo, uma buyer persona que esteja na etapa de “Consideração da Solução” pode ser abordada com um Caso de Sucesso que demonstre as vantagens para a empresa em adquirir determinado produto/serviço de TI.

3. Distribuição

Chegou o momento de colocar o conteúdo em produção Os conteúdos ricos e educativos podem ajudá-lo a posicionar a sua empresa de Tecnológica como top-of-mind na hora de um potencial cliente escolher um novo fornecedor. Nesta fase, é operacionalizada a estratégia de distribuição, que engloba os canais e as formas onde os conteúdos serão promovidos. Redes sociais, canais de vídeo, blogs, são algumas das formas das empresas de tecnologia compartilharem tudo o que foi produzido. Escolha com atenção os canais a utilizar, não lhe interessa estar em todo o lado, interessa sim estar onde a sua persona está e é aí que deve marcar a diferenteça.

4. Análise de Resultados

É importante perceber que uma estratégia de Marketing de Conteúdo é um processo de aprendizagem e melhoria contínua.

Com base em tudo que foi planeado, chegou o momento de analisar resultados. É através dos indicadores de performance que é possível entender se o os objetivos traçados estão a ser cumpridos. Mais do que entender quais os conteúdos com mais visualizações no website, perceber quais que ajudam a converter visitantes em leads ou os que geram mais feedback nas redes sociais, lembre-se de que num mundo os dados são um dos maiores ativos de mercado, torna-se fundamental usá-lo de maneira inteligente e lucrativa.

A partir desta análise é possível tomar medidas e ações de melhoria da estratégia inicial, como introdução de novos conteúdos ou reforço do investimento num canal que gera um bom retorno.

Uma estratégia de Marketing de Conteúdo de sucesso é muito mais do que produzir conteúdo. É necessário planear, analisar e otimizar de forma contínua de forma a obter bons resultados.

Na OUTMarketing somos especialistas na produção de conteúdos para empresas de TI. Saiba como o podemos ajudar, fale connosco!

Este post foi publicado originalmente em 6 de novembro de 2017 e revisto e atualizado em 23 de abril de 2019

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment