Content Marketing para o mercado B2B

Estratégias de Content Marketing para o mercado B2B

Não é de hoje que as empresas B2B têm recorrido às estratégias de Content Marketing para dar a conhecer os seus produtos e serviços. O Content Marketing para o mercado B2B, quando incluído estrategicamente num plano de Marketing, tem condições de atingir outros objetivos, sobretudo, ajudar a alavancar leads e vendas.

Antes de desenvolver uma estratégia de Content Marketing para o mercado B2B, é essencial perceber que, a publicação de conteúdos em redes sociais, num canal no YouTube, no website ou num blog, não deve ser aleatória e sim, respeitar uma linha editorial e uma calendarização que deve estar inserida num plano de Marketing.

Interessado em desenvolver uma estratégia de Content Marketing para a sua empresa de Tecnologia de Informação (TI)? Antes de começar, veja algumas dicas!

Definir uma persona

Todo o conteúdo deve ser direcionado para uma persona, ou seja, a representação do seu Cliente Ideal. Para definir uma persona, específica para B2B, é necessário responder algumas perguntas como:dados pessoais e profissionais; estilo de vida, crenças e hobbies; sonhos, desejos e frustrações; onde procura por informações e que tecnologias utiliza; dificuldades que enfrenta no quotidiano; critérios de decisão na hora da compra e o momento da jornada de compra em que se encontra.

Lembre-se: a persona deve ser definida com base nas características do responsável pela tomada de decisão de compra e quanto mais específica for a sua descrição, melhor poderá segmentar os conteúdos da sua estratégia de Content Marketing!

No entanto, alertamos que, a definição de uma persona, dificilmente será fiel a 100% da sua base de Clientes. Este exercício serve, na verdade, para criar uma personagem e têla como base  para descobrir se os seus produtos, serviços e conteúdos estão adequados para a persona e, por consequência, para a maioria dos seus Clientes, que possuem características muito similares.

Definir metas e KPIs (Key Performance Indicator)

Tão importante quanto definir uma estratégia de Content Marketing, é definir as suas metas. Para isso, atrevemo-nos a dizer que a definição de metas deve ser quantificável, como por exemplo:

  •   Atrair 50 novos leads em duas semanas
  • Ampliar o número de subscritores de newsletter em 10% numtrimestre
  •   Duplicar o número de visualizações da landing page do produto X em seis meses mais
  • Ter mais de 5000 page views mensal no blog da empresa
  • Aumentar o volume de vendas em 20% no mês de X
  • Obter uma faturação de XK euros até dezembro de 2019

É importante que a meta seja baseada no histórico da sua empresa de TI, que seja possível de ser alcançada e que tenha os KPIs – Key Performance Indicator (Indicador Chave de Performance) muito bem estabelecidos para indicar se a estratégia de Content Marketing está a cumprir os seus objetivos.

Há vários KPIs para Content Marketing. Listamos alguns para incluir no seu planeamento:

  • Número de publicações
  • Número de visualizações
  • Quantidade de leitores que retornaram
  • Número de interações (comentários, gosto, partilhas)
  • Número de downloads
  • Quantas oportunidade de vendas gerou o conteúdo  X
  • Quantidade de pedidos de proposta

Geração de conteúdo para o funil de vendas

Os seus potenciais Clientes poderão encontrar a sua empresa de TI em diferentes etapas do funil de vendas. Isso significa que, a sua estratégia de Content Marketing deve despertar o interesse do Cliente, independentemente da fase do funil que ele se encontre.

O funil de vendas possui três etapas e para cada uma delas é imprescindível  criar os conteúdos específicos e adequados. Por exemplo:

Topo do funil: o objetivo é atrair e despertar a curiosidade do utilizador, com o intuito de educar e mostrar que a sua empresa de TI é referência no segmento onde atua.

Meio do funil: após o primeiro contacto, agora é a etapa certa para apresentar a sua empresa de TI e como ela poderá atender as necessidades e dores que, até então, não estavam tão evidentes para o lead.

Fundo do funil: é nesta etapa que o lead faz a sua avaliação e considera adquirir um produto ou serviço da sua empresa de TI. A concretização da venda depende de alguns detalhes e, por isso, a ação de incentivo tem de estar presente no conteúdo.

Conteúdo com foco na performance

Quando falamos de Content Marketing para o mercado B2B, há dois números que são mais importantes: a sua taxa de geração de leads e a sua taxa de conversão. Por isso, a grande missão dos conteúdos a ter em conta na sua estratégia, é descobrir formas de converter os visitantes do seu website em Clientes.

Para ajudá-lo nessa missão, há algumas técnicas que pode recorrer. Veja as nossas sugestões:

  • Call to action atrativo e inserido em pontos estratégicos das páginas
  • Download de eBooks após conversão numa landing page
  • Testes gratuitos de um serviço ou produto
  • Inscrição para participar de um webinar
  • Assinatura de uma web série de conteúdos no seu canal no YouTube

Utilize o Content Marketing para contar boas histórias

Várias são as possibilidades de conectar a sua empresa de TI aos seus potenciais Clientes. Uma delas é a capacidade de contar boas histórias, unindo o conteúdo escrito aos recursos  audiovisuais. Desta forma, a sua empresa pode partilhar casos de sucesso, lançamentos de produtos ou serviços, mostrar o ambiente de trabalho e a sua equipa, entre outros tipos de histórias que agregue valor e ajude na criação de notoriedade da marca no mercado.

Todas as empresas têm uma história para contar e a sua empresa de TI não é exceção. Agora, basta partilhar connosco: qual será a primeira história da sua próxima estratégia de Content Marketing?

Precisa de ajuda para desenvolver uma estratégia de Content Marketing? Fale connosco!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment