Como estruturar um Press Release [com Template Gratuito]

Os jornalistas de Tecnologia recebem diariamente dezenas ou mesmo centenas de Press Releases, oriundos de agências de comunicação ou departamentos de marketing de empresas de TI. A publicação ou não de um Press-Release (PR) depende, muitas vezes, de pequenos pormenores, frequentemente ignorados. Tudo na estrutura de um Press Release conta na altura de decidir ou não pela sua publicação, desde o título, à data, passando pela organização dos parágrafos e pelos contactos.

1. Título

O título é a parte mais importante de qualquer Press Release e pode fazer toda a diferença na altura da publicação. Se um título não for apelativo, o seu Press Release arrisca-se a nem sequer ser lido. Um título deve conter o máximo de informação possível, resumindo, numa única ideia, a mensagem que se pretende transmitir. Deve ser gramaticalmente correto e sintacticamente bem construído, contendo sempre um verbo, um sujeito e um predicado. Um título sem verbo é um título vazio. Além disso, não deve ser muito extenso, sob pena de se tornar ilegível. Idealmente, o título não deve ter mais do que uma frase.

2. Local e Data

Todos os PR devem conter a data no início, não só para atestar da sua credibilidade, como da actualidade da informação transmitida. A data deve vir acompanhada pelo local de emissão, normalmente onde fica situada a empresa sobre a qual transmitimos a mensagem.

3. Entrada

Antes de começar a ler o Press Release, o jornalista lê a entrada, um pequeno parágrafo entre o título e o texto que resume a informação do documento. A entrada deve conter a informação mais importante, não deve ter mais do que um parágrafo, com 3 ou 4 linhas, no máximo, ser concisa e directa.

4. Primeiro Parágrafo

No primeiro parágrafo, o jornalista vai encontrar a resposta às principais questões para elaborar a notícia: Quem? O quê? A quem? Quando? Onde? Este parágrafo é essencial para chamar a atenção e captar o leitor (jornalista) para o resto do texto.

5. Corpo do Texto

É aqui que vamos desenvolver a informação que resumimos na entrada e no primeiro parágrafo. Vamos responder às questões. Como? e Porquê? e inserir as citações dos responsáveis da empresa que pretendemos colocar em discurso direto. O corpo do texto deve estar estruturado por ideias – uma frase, uma ideia – e dividido em parágrafos curtos, espaçados por uma linha, para não cansar a visão ou desmotivar a leitura. Importa reter que grandes manchas de texto são um convite a… eliminar o Press Release!

6. Conclusão

No final do nosso Press Release, podemos acrescentar uma pequena conclusão, um parágrafo que resuma a informação descrita no corpo do texto. Isto porque muitos jornalistas têm tendência a «saltar» do primeiro parágrafo para o último e, dessa forma, podem aceder ao resumo da informação. Por outro lado, podemos também incluir nesta área do documento alguma informação adicional que suscite o «apetite» para saber mais ou até para motivar uma entrevista: «levantar a ponta do véu» sobre eventuais futuros avanços da empresa, como contratações ou entradas em mercados externos, entre outros.

7. Sobre a Empresa

No final do nosso Press Release é essencial incluir um parágrafo com informação resumida sobre a empresa, para que o jornalista que eventualmente não conhece a companhia sobre a qual vai escrever possa saber, em traços gerais, o que faz, como nasceu e quais as suas linhas de orientação.

8. Contactos

Além disso, é essencial inserir os contactos directos do assessor de imprensa, nomeadamente o Nome, Endereço de E-mail, Contactos Telefónicos e outros: Skype, LinkedIn, etc.

 

Para começar a estruturar o seu Press Release, faça download do template gratuito.

Se quiser aprender mais sobre este tópico, leia o nosso eBook “O bê-a-bá da assessoria de imprensa para TI

E se precisar de ajuda, conheça o nosso serviço de Assessoria de Imprensa e entre em contacto connosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Publicar Comentário