GOOGLE ADWORDS – Addio, Adieu, Aufwiedersehen, Goodbye

Após 18 e 22 anos, respectivamente, o Google prepara-se para dizer adeus a duas das suas marcas que integram o espólio de serviços de publicidade – Adwords e DoubleClick. Não há dúvidas que foram anos de grande evolução no setor da publicidade digital, mas a evolução não para e, portanto, há que acompanhá-la! Como? Através de um rebranding a Google pretende otimizar as suas ofertas.

Assim, nas últimas semanas, o mundo assistiu a um «arrumar de casa»: através do lançamento da Google Ads. A Google irá dar um novo sentido aos seus serviços de publicidade. A par deste rebranding, iremos assistir também ao lançamento de novas soluções que visam descomplicar a oferta que conhecemos até ao momento.

Se nos remontarmos ao ano de 2000, lembrar-nos-emos de que a ideia inicial era, como o próprio nome indica tornar anúncios em textos, isto é, tornar mais acessível a ligação entre pessoas e empresas através do online. Dessa forma, negócios desde uma papelaria ou florista, até um SaaS ou uma Instituição de Pagamento, viram um sem número de portas abertas para chegar ao seu público-alvo. O melhor de isso tudo? A publicidade era relevante e dirigida à pessoa certa, no momento exato.

Desde o início do milénio é inegável o avanço a que assistimos nos vários serviços da Google. Este desenvolvimento levou à  proliferação de marcas (uma por cada produto, quase!), fruto das aquisições feitas ao longo do processo de crescimento. Porém, com o mobile, par além de tudo isto, todos nós assistimos a uma atual variedade de canais, de onde nos chegam os utilizadores. Ainda que esta seja uma verdade inegável, também é inegável que cada empresa compete com vídeos de gatinhos, com um gif com o qual nos identificamos, um jogo viciante, aquele eBook que andamos para ler há semanas ou webinar que temos marcado no nosso calendário para assistir. Isto tudo resulta em quê?

Em nós marketeers dividirmo-nos por vários formatos, ecrãs e suportes!

É fruto deste pseudo-drama em que as empresas se encontram que, conforme a marca afirmou “… introduzimos marcas e soluções mais simples para os nossos produtos de publicidade: o Google Ads, o Google MKT Platform e Google Ad Manager. (…) facilitando ainda mais a entrega dos anúncios valiosos e confiáveis e as experiências certas os consumidores em vários dispositivos”.

 

2 – AFINAL…O QUE VAI MUDAR?

Como a OUTMarketing não quer que as empresas de Tecnologias de Informação não percam as mais recentes novidades, fomos em busca do que significa cada novo produto e como é que eles os irão afetar!

  • Google Adwords passa a Google Ads

O Google Ads irá representar todos os recursos de publicidade que a Google oferece – Google.com, websites parceiros e por aí fora – mantendo o foco no utilizador, ajudando a fazer a ligação entre marketeers e os milhões de pessoas no mundo que querem ter respostas nas suas pesquisas, que assistem vídeos no Youtube, que exploram novos locais no Google Maps e que descarregam apps no Google Play.

Como vê não é apenas uma mera luz ao fundo do túnel fazer a sua empresa de Tecnologias de Informação aparecer nas pesquisas dos seus consumidores – há todo um mundo para se mostrar àquele lead que está a precisar do seu software naquele momento.

  • Google MKT Platform

O Google MKT Platform resulta da união entre o DoubleClick e o Google Analytics 360. Isto porque, como todos nós sabemos é sempre positivo quando temos soluções que unem o uso conjunto da tecnologia e da análise – levando a uma maior compreensão sobre os seus clientes e consequente aumento do desempenho de uma comunicação mais direcionada, conseguindo melhores resultados para o seu negócio.

  • Google Ad Manager

O Google Ad Manager, uma vez mais, irá resultar da fusão entre o Double Click for Publishers e o Double Click ad Exchange. Traduzindo por miúdos: é a nova plataforma programática da Google. 

NOTA EXPLICATIVA: uma plataforma programática é uma ferramenta que torna mais eficiente a escolha e compra de espaço publicitário, onde os anunciantes podem aceder a informações como: entender o comportamento do seu público nos diferentes canais, aceder às maiores marcas e anunciantes e ainda pode medir os resultados.

“Fazer mais pelos nossos parceiros, para que eles gerem mais receita de forma otimizada…” sempre que os utilizadores tenham comportamentos interessantes “…sob a perspetiva dos anunciantes”.

 Reposicionamento do Google Adwords

 

3 – NA PRÁTICA, COMO É QUE ISTO VAI RESULTAR?

Tenham calma e vamos lá ver se nos entendemos:

  • Vamos ter menos palavras para definir as plataformas? SIM!
  • Vamos ver mais foco nos dispositivos móveis? SIM!
  • Mentalidade centrada no público? TAMBÉM!

Acima de tudo, marcas e agências vão assistir a uma maior consolidação e campanhas mais exigentes: fundir o que tem de ser fundido de forma a chegar a todas as pontas necessárias.

A mudança anunciada por Sridhar Ramaswamy, uma semana antes do Google MKT Next, é o acompanhar de todas as evoluções, desde os primeiros anos de vida da já adulta WWW. Com ela evoluíram também os utilizadores – ou será que foram incitados à evolução? – atualmente a pesquisa começa no telemóvel, continua no computador do trabalho e é finalizada no tablet em casa; cabe às marcas correr ao lado dos seus utilizadores, garantindo que eles não lhes fogem… e o Google garante que independentemente das aquisições que venham a decorrer, estas novas plataformas serão grandes o suficiente para não incitar à confusão anterior.

Estas mudanças vão começar a impactar as vidas dos marketeers a meio de julho e residualmente ao longo dos próximos meses. Ainda assim, e tal como começámos por dizer inicialmente, isto é apenas um arrumar de casa, a empresa assegurou que apesar da fusão de tantas marcas separadas, os serviços continuarão a funcionar normalmente, de maneira independentemente e com todos os recursos existentes.

Para compradores maiores teremos o software de aquisição – Google Marketing Platform e o Google Ad Manager – enquanto ferramentas de administração de inventário e obtenção de métricas para os anunciantes.

Para pequenas empresas, empresários em nome individual e singulares, a Google apresenta as Smart Campaigns para negócios pequenos. Com base no Adwords Express, as Smart Campaigns foram pensadas para os proprietários de pequenas empresas com pouco tempo e pouca experiência em pesquisa paga. Para as PME’s que têm sempre alguém a desdobrar-se em 7, fica assim possível “…criar anúncios em minutos e gerar resultados reais”.

Atrevemo-nos a dizer um Google Ads for Dummies? Quem sabe. Rápido? Sim! Mais simples? Provavelmente! Mas será que não estará o Google a “tirar poder” dos anunciantes e a colocá-lo na mão dos que querem um pequeno canivete suíço dos serviços de publicidade? Muitas questões e suposições podem ser levantadas, porém só o tempo – e o racional entre investimento vs resultados o dirão!

 

Venha falar connosco e saiba como é que a OUTMarketing o pode ajudar com as suas campanhas de Adwords!

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment