SEA

Inbound Marketing também vive de SEA

O SEO (Search Engine Optimization), enquanto estratégia de otimização de conteúdo, tem um papel fundamental para ajudar a posicionar o website ou o blog da sua empresa nos motores de pesquisa. No entanto, não é suficiente por si só, sendo necessário recorrer a outras estratégias como por exemplo, o SEA (Search Engine Advertising).

Enquanto o SEO, através de um conjunto de técnicas, otimiza de forma orgânica, o SEA envolve o desenvolvimento de campanhas pagas em motores de pesquisa, como o Google e a sua rede de parceiros. Ambos se baseiam na escolha das palavras-chave mais relevantes, no entanto, o SEA, por ser pago, ajuda a posicionar, de forma mais rápida, determinado conteúdo e, deste modo, influencia o aceleramento do posicionamento e autoridade da sua empresa nos motores de pesquisa.

Embora facilmente confundida, as técnicas de SEO e SEA são bastante distintas, pois apresentam critérios e técnicas específicas. Neste artigo de blog, iremos falar um pouco sobre SEA e como utilizá-lo nas suas estratégias de Inbound Marketing.

Onde posso desenvolver uma estratégia de SEA?

Para além do Google, todos os motores de pesquisa têm a sua própria publicidade paga. Com o modelo pay-per-click ou PPC, semelhante à dinâmica de um leilão, todas as palavras-chave disponíveis para anúncios recebem lances. Neste caso, quanto mais estiver disposto a pagar por clique, maior é a probabilidade do anúncio da sua empresa de TI aparecer nas primeiras posições e acima dos resultados de pesquisa orgânica do Google, Bing e Yahoo e, consequentemente, atrair os utilizadores interessados no seu negócio.

Além dos motores de pesquisa, é possível desenvolver estratégias de SEA em plataformas de medias sociais, como por exemplo o Facebook Ads e Linkedin Ads. Nestes casos, as plataformas disponibilizam a opção de patrocinar os posts, colocando-os no feed dos utilizadores e incentivando-os a clicar e a visitar o seu website. Uma das vantagens de SEA nas medias sociais é que esse formato tem vindo, cada vez mais, a ser priorizado em relação ao conteúdo orgânico e, por isso, gera mais receita ao seu negócio.

Dicas para escolher as palavras-chave

Palavras isoladas vs. expressões: ao escolher uma palavra-chave, prefira as expressões em vez de palavras isoladas. A sugestão recai sobre dois motivos: 1) a maioria dos utilizadores usam expressões nas suas pesquisas e 2) a alta competitividade. As palavras isoladas têm menos eficácia, pois competem com um grande número de websites nos motores de pesquisa.

Google Ads: o Google Ads, para além de um relatório de termos de pesquisa, exibe todas as palavras-chave para as quais o seu anúncio foi exibido. Ou seja, se o conteúdo otimizado através de SEA estiver vinculado com as palavras “empresa de Tecnologia de Informação”, o Google poderá exibi-lo para quem pesquisa também por “serviços de Tecnologia de Informação”. Esse resultado deve-se à palavra “serviços” estar vinculada no relatório e, também, porque o utilizador pesquisou por esta palavra.

Outra vantagem do relatório é que apresenta informações de performance de cada palavra-chave, sendo uma importante métrica para influenciar o investimento de cada palavra, vinculada às campanhas.

Google Keyword Planner: além de utilizar as informações contidas nos relatórios do Google Ads, o Google conta com um planeador de palavras-chave que auxilia na descoberta de novas palavras. O Google Keyword Planner é gratuito e apresenta um conjunto de palavras com a respetiva média de pesquisas mensais e o lance sugerido. 

Depois de escolher a palavra-chave… faça teste A/B!

Ao criar uma campanha de SEA, lembre-se de utilizar uma palavra-chave para duas páginas de destino diferentes. Por exemplo, se deseja captar leads através de um formulário, poderá ter duas versões da mesma página de destino, cada uma com um layout de formulário diferente e, direcionar o anúncio para cada uma delas. Diariamente e minuto ao minuto, monitorize a performance de ambas as páginas para otimizar aquela que mais resultados lhe traz.

SEA: vantagens vs. desvantagens

Todas as estratégias de Inbound Marketing devem ser ponderadas e analisadas corretamente. Por isso, antes de investir numa estratégia de SEA, aconselhamos que aponte todas as vantagens e desvantagens.

  • Vantagens
  • Modelo PPC, ou seja, o valor pago é sobre o anúncio efetivamente clicado;
  • O retorno pode ser imediato, o que torna o investimento em SEA uma excelente estratégia para uma divulgação a curto prazo, como por exemplo, promoções ou lançamento de produto;
  • Possibilidade de segmentação, ou seja, o conteúdo chega a um público muito mais qualificado e que está interessado no que o website ou blog oferece;
  • Um utilizador, mais informado, tem consciência que, através dos conteúdos patrocinados, poderá encontrar exatamente aquilo que procura;
  • Total controlo sobre o que aparece no anúncio;
  • Possibilidade de, conforme a performance e a qualquer momento, alterar o conteúdo.
  • Desvantagens
  • Implica um investimento mensal;
  • O SEA deve ser usado para complementar outras estratégias de Marketing e, por isso, acaba por exigir não só mais investimento, mas mais tempo;
  • Corre o risco de não atrair a atenção de utilizadores que são adversos aos conteúdos patrocinados;
  • Alta concorrência nas palavras-chave que, por norma, exigem um investimento mais elevado para melhorar a posição do conteúdo que está a ser impulsionado através de SEA.

Como iniciar uma estratégia de SEA para a sua empresa de TI?

Estar presente nos resultados de pesquisa é completamente diferente de estar entre os primeiros resultados. Este é o grande objetivo! Para ter todas as chances de estar bem posicionado e, de preferência na frente dos concorrentes, o uso de campanhas de SEA torna-se necessário.

No entanto, é importante ressaltar que uma campanha de SEA necessita de ser utilizada para complementar a outras estratégias de Inbound Marketing. Por isso, conte com um profissional especializado em SEA ou numa agência de Marketing com experiência no mercado de TI.

A sua empresa já investe em SEA? Se sim, partilhe as suas experiências. Mas, se a sua resposta for não, saiba que a OUTMarketing pode  ajudá-lo com a implementação e o desenvolvimento das estratégias de SEA direcionadas para a sua empresa de TI.

Ficou interessado e quer saber mais sobre SEA? Fale connosco!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment