Marketing de Conteúdo

Marketing de Conteúdo: 7 boas práticas

Se os blogs, websites, e-mails e redes sociais estão entre as plataformas que utiliza para partilhar informação e, ao mesmo tempo, aproximar-se do seu público-alvo de forma envolvente e não invasiva, parabéns! Está entre os profissionais que aderiram ao Marketing de Conteúdo. Não se trata de uma estratégia nova, mas foi potencializada e reforçada pela visibilidade que a internet proporciona.

O Marketing de Conteúdo consiste em criar e distribuir conteúdo relevante para o target da empresa. O objetivo final não é outro senão “vender”, mas de forma agradável, elegante, subtil, permissiva e muito diferente da pura publicidade tradicional: estimula o desejo de saber mais sobre as competências demonstradas, acrescenta “valor” de forma contínua e fornece as ferramentas necessárias para evoluir no funil comercial típico do inbound marketing (visitante-prospect-cliente-fã).

No entanto, há que ter em atenção algumas boas práticas. De nada serve usar plataformas adequadas a todos os canais disponíveis se a empresa não tiver conteúdo. Produzir conteúdo relevante e valioso para o target (adaptado às diferentes fases em que se encontra na relação com a empresa) é o mais importante. Enumeramos algumas dicas sobre o que consideramos necessário cumprir:

  1. Defina o seu público-alvo
    Em primeiro lugar, é fundamental saber quem será o seu interlocutor. Qual o target, onde está, do que gosta, o que preconiza… são questões que devem ser respondidas antes de qualquer ação. Uma vez caracterizado, é altura de construir o conteúdo e atrair gradualmente a sua atenção, interesse, desejo, ação e fidelização.
  2. Seja diferente, seja interessante
    Tenha o que dizer e mostrar; encontre formas de sobressair dos concorrentes; enfatize e valorize pontos fortes; partilhe boas práticas e informações úteis, e concentre-se fundamentalmente no valor que pode acrescentar ao seu target. Todas as empresas têm ou fazem algo de diferente, há que saber enfatizá-lo e explorá-lo no marketing de conteúdo.
  3. Consiga o principal: a confiança do público-alvo
    Produza conteúdos autênticos, claros, relevantes e quase didáticos para gerar credibilidade e confiança. Mostre que tem autoridade sobre o assunto e transforme-se numa fonte apetecível de informação.
  4. Seja envolvente
    Quando o cliente se envolve com a marca, cria-se um vínculo emocional que nem sempre é percebido conscientemente. Fortifique essa relação, interaja, dê-lhe o que ele gosta, faça-o sentir-se único e importante. 
  5. Abra espaço para os clientes se manifestarem
    Ouça e valorize o que o seu público tem a dizer; o vínculo com a empresa será mais profundo quando os clientes se sentirem parte da marca. Se a empresa se distingue e o público a admira, a ação dos clientes-embaixadores estará garantida.
  6. Meça os resultados das ações
    Acompanhe os resultados das iniciativas de marketing. Esta é uma tarefa importante para redefinir rumos e melhorar táticas sempre que necessário.
  7. Mostre que a sua empresa é um exemplo na comunidade
    As pessoas valorizam cada vez mais as empresas ética e socialmente responsáveis. Demonstrá-lo é fundamental para solidificar a imagem, o grau de envolvimento e a forma como a empresa é entendida no mercado. Comunique o que faz de bem!

Como se constata, O CONTEÚDO É REI, faz toda a diferença, e o investimento depende menos da tecnologia e mais do planeamento, criação e avaliação – de forma contínua.

O Marketing de Conteúdo já faz parte da estratégia de comunicação da sua empresa? Com que resultados?

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment